©  2019 Hospital e Maternidade Rio do Testo 

Rua Hermann Weege, 2727 - Centro - Pomerode - SC

Tel: +55 47 3395  3800

  • Facebook

Cirurgião Geral

História do Hospital e Maternidade Rio do Testo

ROSA BORCK: A PRECURSORA

Nascida no dia 29 de janeiro de 1894 de família de agricultores, Rosa Borck, desde pequena já
demonstrava seu lado solidário. Em 1918, após aprender o oficio de parteira em Blumenau com
o médico Dr. Zapett, foi residir no distrito blumenauense Rio do Testo, onde passou a exercer a
função.

 

Com muitas dificuldades, a parteira travou lutas desesperadas para salvar vidas e não media
esforços para atender quem a procurasse. Deslocava-se no lombo de mula, em charrete, carroça e até mesmo a pé a qualquer hora do dia e da noite. Realizou mais de 200 partos.

 

Atendia os casos possíveis de serem resolvidos e encaminhava os doentes mais graves para
atendimento em Blumenau e cidades vizinhas.
Com dedicação e amor pela profissão, Rosa Borck contou sempre com o apoio do esposo, Karl
Borck, que juntos construíram uma pequena maternidade, que continha um grande cômodo
com um corredor em toda a sua volta, onde na frente havia uma sala de parto, uma dependência ocupada pela família e uma área coberta na entrada e, nos fundos, uma cozinha e uma lavanderia. Rosa Borck atuou na função por três décadas. Rosa Borck faleceu no dia 22 de julho de 1968, deixando muitas saudades. É lembrada até hoje com gratidão e carinho por todas as famílias que tanto ajudou ao longo de sua extensa vida profissional.

 

Em homenagem a Rosa Borck que tanto ajudou os pomerodenses, uma creche no bairro Testo
Rega, recebeu a denominação de Rosa Borck.

SURGE O HOSPITAL E MATERNIDADE RIO DO TESTO

Na década de 1920, por iniciativa do casal Karl e Rosa Borck, eram dados os primeiros passos para a construção do hospital do município. A primeira edificação da maternidade foi erguida pela parteira e seu esposo. Ao passar dos tempos, com a demanda por um hospital mais estruturado, um grupo de moradores, formado por Max Jacobsen, Augusto Guilherme Schwanke, Mário Jung e Lauro Harbs, foi fundada a Associação Hospitalar, e assim, a busca por recursos para dar inicio a construção do Hospital.

 

Com verba Estadual, foi adquirido o terreno e as instalações de Rosa Borck, que posteriormente foram reformadas. A Maternidade passou a ser denominada de Hospital Nossa Senhora da Glória. A construção do Hospital iniciou em 1949, porém, por falta de recursos ficou paralisada por anos.


Em 1954, foram reiniciadas as obras e o Hospital já estava sendo construído e ampliado, foi quando com a chegada do Pastor Edgar Liesenberg para a cidade, surgiu a proposta da Paróquia Evangélica assumir a instituição.

No dia 08 de fevereiro de 1956, foi alterada a denominação para Hospital e Maternidade “Rio do Testo”. Foram tempos difíceis, onde equipe médica e funcionários tinham que driblar a falta de energia e água. Os obstáculos foram superados. A água potável foi adquirida em 1958, com a compra de uma área próxima onde havia uma mina d’ água, que mais tarde foi desativada. Nesse período, o Hospital foi contemplado com uma doação da Alemanha que possibilitou a compra de uma geladeira industrial. A construção do novo prédio em 1957 ampliou os leitos de internações e assim a estrutura era melhorada com o passar dos anos.


No final da década de 50, com recursos doados por uma instituição alemã, o Hospital adquiriu um moderno aparelho de Raio – X, ambulância e um gerador de energia, que supriu as consequentes quedas de energia, fato corriqueiro naquela época.


O Centro Cirúrgico, antes improvisado, foi inaugurado em 1969 e novos equipamentos foram adquiridos. O pronto atendimento também recebeu melhorias. Em 1979 ganhou um jardim defronte ao Hospital, com a demolição do bar que havia no local.

Na década de 80, era instalada a ala pediátrica e os consultórios médicos foram construídos, assim como um novo acesso e o estacionamento.

No ano de 1997, o Hospital recebeu de doação do empresário Wander Weege, um dos mais modernos equipamentos de videolaparoscopia. O empresário também doou anos mais tarde um potente gerador de energia.

Em 2001, foi construído um novo prédio, onde estão centralizados o setor administrativo, sala de reunião, necrotério e a capela.

Em 2010 foi adquirido novo mamógrafo e aparelho do Raio – X com recursos do bazar da receita federal, atualmente o aparelho é utilizado por mulheres de Pomerode e outras 12 cidades vizinhas.

Em 2009, o Hospital, passou por várias reformas na cozinha, lavanderia, que possui Estação de Tratamento de Esgoto e possibilita o reaproveitamento da água. 

 

Com o crescimento da estrutura física, assim como a modernização dos equipamentos, o Hospital e Maternidade Rio do Testo passaram a atender toda a região.